quinta-feira, fevereiro 29, 2024
HomeUncategorizedApenas dois meses e meio depois: O Lyon despede-se de Grosso

Apenas dois meses e meio depois: O Lyon despede-se de Grosso

O Olympique de Lyon não consegue parar: os antigos campeões franceses, agora candidatos à despromoção, despediram-se do treinador Fabio Grosso após um curto período de tempo

Fora do campo, a participação de Grosso também não foi muito boa

E fora de campo, a participação de Grosso no OL também não foi sob uma boa estrela. Na véspera do jogo com o Olympique de Marselha, a 30 de outubro, foi ferido no olho esquerdo durante os ataques dos adeptos do OM ao autocarro da equipa de Lyon, tendo o jogo sido cancelado.

Os acontecimentos das últimas semanas são mais um ponto baixo na espiral descendente em que o Lyon parece estar enredado há muito tempo. Os antigos campeões em série, que conquistaram o título entre 2002 e 2008, entraram em turbulência financeira durante a década e tiveram de fazer pequenos negócios. Quando o rico investidor norte-americano John Textor e a Eagle Football Holdings Limited adquiriram uma participação maioritária no OL, em dezembro de 2022, os adeptos esperavam um regresso aos velhos sucessos graças aos fundos oferecidos.

No entanto, aconteceu o contrário. O Lyon fez uma forte segunda metade de 2022/23, mas acabou por perder o negócio internacional no sétimo lugar. E teve de deixar sair dois dos seus talentos mais promissores no verão: Bradley Barcola (para o PSG) e Castello Lukeba (para o RB Leipzig). No entanto, não foram possíveis grandes movimentações no mercado de transferências, uma vez que a autoridade financeira francesa DNCG continua a vigiar o OL.

Uma tarefa gigantesca aguarda o novo treinador

E os veteranos Corentin Tolisso e Alexandre Lacazette, que foram trazidos de volta em 2022, não estiveram à altura do seu papel de liderança até agora nesta temporada. Depois de OL não ter conseguido sair dos blocos de partida, os responsáveis puxaram a corda após apenas quatro derrotas e demitiram Laurent Blanc. Agora, Grosso, o bicampeão mundial, deixou o cargo – e uma tarefa gigantesca aguarda seu sucessor em um OL maltratado

RELATED ARTICLES

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

Most Popular

Recent Comments